Alunos de escola japonesa inauguram Jardim das Borboletas com plantio de flores, no Bosque

A comitiva japonesa foi recebida pela coordenadora de Tecnologia Social, Denise Gutierrez, que deu as boas-vindas em nome do Inpa

Por Luciete Pedrosa ‚Äď Ascom Inpa

Foto: Ricardo Hossoe

SiteAlunosfazemplantiodeflores

Com a presen√ßa do vice-c√īnsul do Jap√£o em Manaus, Yoshinari Oda, e do vice-presidente da C√Ęmara de Com√©rcio e Ind√ļstria Nipo-Brasileira do Amazonas, Iuquio Ashibe, alunos da Escola Japonesa de Manaus realizarm, nesta quarta-feira (21), o plantio de flores, durante a inaugura√ß√£o do Jardim das Borboletas, na √°rea do Lago Amaz√īnico, dentro do Bosque da Ci√™ncias do Instituto Nacional de Pesquisas da Amaz√īnia (Inpa/MCTIC). A a√ß√£o foi uma parceria com a empresa de turismo do Jap√£o JTB. ¬† ¬†¬†

A comitiva japonesa foi recebida pela coordenadora de Tecnologia Social, Denise Gutierrez, que deu as boas-vindas em nome do Inpa. ‚Äú√Č um prazer receber, sobretudo, a popula√ß√£o jovem. Temos muito projetos educativos voltados para crian√ßas e adolescentes porque privilegiamos as novas gera√ß√Ķes por entender que √© isso que traz a sustentabilidae no futuro para a conserva√ß√£o ambiental‚ÄĚ, disse.

SitePlacaJardimdasBorboletas

 

Segundo o gerente de atendimento da Quickly Travel, uma ag√™ncia do grupo JTB, a a√ß√£o faz parte do ‚ÄúProjeto JTB por um mundo mais brilhante‚ÄĚ, que existe h√° 35 anos no Jap√£o. Desde 2012, a atividade √© realizada por outras empresas do grupo pelo mundo e j√° envolveu mais de 130 mil pessoas. Esta √© a primeira vez que a empresa realiza a atividade em Manaus.¬†

‚ÄúTemos uma gratid√£o muito grande com o Inpa, que √© uma institui√ß√£o importante para n√≥s, empres√°rios‚ÄĚ, disse Iuquio Ashibe. ‚ÄúMuitas vezes sinto que o Instituto n√£o √© reconhecido como deveria ser. Acredito que uma parceria com os empres√°rios poderia ser divulgado para a sociedade brasileira e internacional o trabalho que o Inpa desenvolve‚ÄĚ, destacou o vice-presidente da C√Ęmara de Com√©rcio e Ind√ļstria Nipo-Brasileira do Amazonas,¬† que √© uma entidade de 33 associados das empresas que vieram do Jap√£o.

A a√ß√£o contou com o apoio do Projeto Museu na Floresta, uma parceria do Inpa com a Universidade de Kyoto (Jap√£o) e da C√Ęmara de Com√©rcio e Ind√ļstria Nipo-Brasileira do Amazonas. Tamb√©m colaboraram com a iniciativa a empresa de reciclagem Rio Limpo, que doou os pneus para ornamenta√ß√£o, e a Flora Rosa Menina, que ajudou na concep√ß√£o do Jardim das Borboletas, que fica numa √°rea de cerca de 100 metros quadrados.¬†

SiteProjetoJTBporummundomaisbrilhante

 

Segundo o l√≠der da Comiss√£o de Meio Ambiente da C√Ęmara de Com√©rcio e Ind√ļstria Nipo-Brasileira do Amazonas, Paulo Maciel, foram doadas 260 mudas de cinco esp√©cies de flores para o Jardim das Borboletas. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) tamb√©m doou parte das mudas.

Circuito da CiÔŅĹncia
Mapa
Voce Sabia
Atracoes